Por entre conversas e histórias com povos originários para adiar o fim do mundo

Tipo de recurso
Título
Por entre conversas e histórias com povos originários para adiar o fim do mundo
Resumo
Diante de um cenário de catástrofes no qual coabitamos com desigualdades sociais crescentes, poluição, envenenamento por agrotóxicos, esgotamento das fontes, diminuição do volume dos lençóis freáticos, desmonte de políticas públicas e acirramento de processos excludentes, nossa proposta metodológica, inspirada na obra de Ailton Krenak - Ideias para adiar o fim do mundo -, consiste em contar histórias, como forma de enfrentar o presente e forjar saídas em companhia dos povos originários. Há perguntas que funcionam como disparadoras do campo problemático de nossa escrita coletiva: De que modos podemos nos engajar em experimentações coletivas que buscam tecer possibilidades de um futuro aberto à alteridade e sua própria tessitura comum? Buscaremos responder aos chamamentos de povos da terra como pistas que orientam nossa escritura/ação/coletiva, atentando-nos para o imperativo de politizar o cuidado em relação às redes de interdependência que nos constituem.
Título da publicação
Mnemosine
Volume
18
Edição
2
Páginas
155-169
Data
10-11-2022
Abreviatura do periódico
Mnemosine
Idioma
Português
ISSN
1809-8894
Data de acesso
29/09/2023 12:00
Catálogo de biblioteca
DOI.org (Crossref)
Citation 'apa'
Cruz, C. B., Silva, F. H. da, Dias, R. de O., & Hur, D. U. (2022). Por entre conversas e histórias com povos originários para adiar o fim do mundo. Mnemosine, 18(2), 155–169. https://doi.org/10.12957/mnemosine.2022.71189
Citation 'abnt'
CRUZ, C. B. et al. Por entre conversas e histórias com povos originários para adiar o fim do mundo. Mnemosine, v. 18, n. 2, p. 155–169, 11 out. 2022.